Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

* Faz-me falta..."

Tenho andado num vai e volta, fica e vai que me fez sair completamente da rotina e a fazer sentir-me desorganizada, praticamente com o meu mundo de pernas para o ar.

 

Sou uma moçoila de rotinas, preciso delas para me organizar e fazer tudo direitinho. Só assim sei funcionar - tanto cérebro como corpo - mesmo que a minha rotina e organização pareça estranha aos outros.

 

Quero com isto dizer que tenho a sensação que com esta minha última ausência de casa, a minha vida me fugiu das mãos, se descontrolou, que lhe perdi as rédeas. Até digo mais, acho que me desviei de um caminho que estava ali para mim. Apesar dos meus esforços para voltar a esse caminho, não sei se ele ainda ali está para mim, não sei se lhe encontro o rumo.

 

Faz-me falta o regresso, o ter aquilo que me pertence, o ser eu. 

up.jpg

 

* Pepper is back!*

Pois, é a Pepper está de volta! Descansada mas cansada, pronta para enfrentar as feras da vida de novo (conseguem ver as minhas garras e os dentes de fora?).

 

Na minha ausência, passei por...

- um super desgosto

- férias no alentejo

- oferta de uma prenda mordisca

- o meu aniversário

- muito namoro

- muito destilanço, nomeadamente na bigodaça (lembram-se?)

- um valente corte de cabelo

- algumas passeatas

- encontros com amigos

- e mais algumas coisas de que não me lembro agora porque preciso de almoçar para pôr o cérebro a funcionar!

 

Anyway, estou de volta! 

hello.jpg

 

 

* É hoje...! *

É hoje o último dia de aulas! Se por um lado estou contente porque me sinto muito cansada e a precisar de descansar, por outros dois lados estou contrariada e triste. Contrariada porque o meu último dia de aulas vai ser numa escola que não é a minha e com uma turma que se revelou ser bem hipócrita e mázinha. Não vai ser na minha escola (principal), com meninos doces e cheia de amor. Daí a minha muito pouca vontade de ir apanhar uma caloraça por quem não merece numa escola que só sabe que só me conhece porque já lá dei aulas. Esta turma teve aulas, neste ano letivo, numa sala emprestada do agrupamento.  

 

Triste porque vou ficar no desemprego e a rezar para conseguir uma colocação para o próximo ano letivo, e vou ficar em casa all by myself sem nada para fazer. Vou ocupar-me a fazer algumas coisas de que gosto, principalmente do meu artesanato mas não chega...

 

Conto com vocês para me darem um bocadinho de alegria diária e me proporcionarem umas boas gargalhadas!

 

A partir de hoje vou dar folguinha ao meu cérebro!

brain.jpg

 

O Meu Regresso.

Começamos mais uma semana com uma segunda-feira e com o meu regresso. Já não era sem tempo mas a verdade é que a vontade de escrever também foi de férias.

 

A minha ausência prolongada deveu-se à vinda do N. de férias. Fomos para o nosso castelo ser felizes. Como não há dinheiro - mais uma vez -ficámos por aqui.

 

Mas tive a companhia do meu cunhado, o "sinhor prior", durante quatro dias. Dediquei-me ao artesanato com mais um bocadinho de tempo e fiz coisas muito fofas. 

 

Depois tive o meu Bóbi doente e eu morta de preocupação. Esteve dois dias sem comer e a vomitar. Não consegui fazer xixi pelo que andava sempre de perna alçada em todo o lado dentro e fora de casa, logo ele que é super asseado. através de observação não se chegou a nenhuma conclusão e fizeram-se análise que também não acusaram nada. Esteve a soro algumas horas para não desidratar e a antibiótico, anti-inflamatório e primperan injectáveis. Agora faz medicação oral.

 

é tão preocupante ver o meu bichinho abatido e sem energia, ele que é tão activo e que parece estar sempre a rir-se. Não ladrava, estava sempre deitado e nem queria ir à janela que ele tanto gosta, sim porque ele é tipo as cuscas da rua... :P Mas pronto, já está melhor, já está mais animado e já come e faz xixi normal.

 

Espero a partir de agora - espero mesmo - ser mais regular a escrever e a comentar-vos. {#emotions_dlg.sarcastic}

Dez dias depois.

 

Há dez dias que não digo nada por aqui, que estou em silêncio. Nem foi por andar a passear (não há dinheiro a não ser para as despesas diárias), mas sim mesmo por falta de tempo e paciência para vir até aqui escrver algumas letrinhas.

 

Esta semana tem sido de algum trabalho pois estive a fazer peças para uma feira de artesanato onde participei e que foi um fiasco mas foi um trabalho em vão. É incrível como há pessoas incompetentes, e que perante as suas asneiras sacodem a aguinha do capote. É mais fácil assim, não é? Só lamento é que brinquem com o trabalho dos outros.

 

Além disto, tive cá a minha sogra e o meu cunhado, e por isso, tive de lhes dar a atenção devida. Em suma, esta semana reparti a minha atenção entre a família e o meu artesanato. Depois publico algumas fotos para verem as minhas artesanatices, pois já há muito que não o faço.

 

Vou tentar vir aqui todos os dias para escrever algumas palavrinhas, afinal não convém perder o ritmo, não é?{#emotions_dlg.sarcastic}

 

Da minha sexta-feira 13.

A sexta-feira 13 tem associado a si um estigma de pouca sorte, de ser um dia aziago. Eu cá acho isto um disparate, até porque gosto muito do número 13 (que foi sempre o meu número da escola) e também gosto das sextas-feiras (não gostamos todos?).
Esta sexta-feira 13 tem um gostinho especial: é o dia em que o N. vem de férias e vamos para o nosso castelo altaneiro. É a reunião da princesa (cof!cof!) com o seu príncipe e o seu fiel escudeiro. Vão ser duas semanas de felicidade conjunta.

Relaxing...

 

Finalmente eu entrei em (semi-)férias e o N. em férias mesmo. Hoje é, oficialmente, o nosso primeiro dia de férias e em conjunto e na nossa casa. Foi mesmo um dia de lazer em que andámos fazer algumas compras básicas, beber um café com amigos e terminar a tarde com uma petiscada com os meus pais. 

 

Como viémos de barriga "cheia" nem jantar fiz. Lamento muito mas vamos ter que nos sentar no sofá, acachochados, a ver TV até à hora de ir para a cama. Também temos direito, certo?{#emotions_dlg.sarcastic}

Instantes das minhas Férias.

 

A primeira ida da minha mãe ao restaurante chinês.

 Adoro as torres eólicas que enfeitam a nossa paisagem.  

  A minhas flores silvestres.

Os morangos da minha prima. 

 Eu em viagem... (favor não reparar nos presentes de pombo no vidro).  

A barragem do Alqueva, a parte das turbinas

(atenção diz-se AlquÉva, com é acentuado e não à super-tia, quem é alentejano abe o que digo) 

A Barragem do Alqueva na parte da marina. 

 Bolotas no carrasco na Barragem do Alqueva.

A belíssima paisagem alentejana.

O nosso lanche. :PPP

 

 

Oficialmente em férias e a viver do ar.

 

Estou oficialmente de férias forçadas. Este ano não fui convidada requisitada, pela companhia dos pinguins, para acompanhar as crianças à praia. Nem eu e nem a minha colega. Mas também ninguém nos deu qualquer justificação. "É a crise", alguém disse. Foi o dinheiro mal fgasto, digo eu.

 

Se não tivessem gasto trezentos e tal euros (vi eu, fora os que eu não vi) só em esferovite e outro materiais para fazer entrouxos (mamarrachos mesmo!) que se desmancharam completamente antes de chegarem ao palco da Festa Final, e outro tanto de dinheiro em flores, bugigangas e outros berloques, chegava para nos pagarem.

 

Precisamente por causa da crise, porque trabalhamos com recibos verdes e porque não recebemos subsídio de férias e nem ordenado este mês, o dinheiro teria sido muito melhor empregue em nós do que em coisas supérfluas apenas para realizar os caprichos de uma mente megalómana de uma pinguim louca.

 

Assim, recorreram aos poucos recursos da prata da casa (grátis) e de certeza que faziam falta mais duas pessoas. Isto só mesmo vindo de gente que "vive" num mundo infernal celestial e que não desce à terra para saber como é a realidade. E que acha que tudo o que se diz da vida real é mentira. Em suma, eu e a minha colega este mês vamos comer "ar", por isso, não se admirem se, quando nos virem, nos confundirem com alguma Top Model. É que vamos ficar tão elegantes, mas tão elegantes que até vai fazer impressão.

 

A coitada da minha colega/amiga é que ficou bem desanimada. Tem que ir sozinha, no meio de uma corja de auxiliares "bufas" e hipócritas mas cheias de sorrisinhos a ver se alguém diz mal de sua senhoria que é para depois lhe irem meter no backside.

O que nos safa nestas situações, são as crianças. Elas são sempre nossas amigas, brincamos com elas e fazem-nos também muita companhia. São elas que estão sempre ao nosso lado, no matter what.

 

Amiga, aguenta firme que eu estou aqui a enviar-te energias positivas e good vibes :))))